“Reposição de horas paradas trava acordo e greve é mantida na USP”

Publicado em: O Estado de SP (17/09/14)
por Victor Vieira

“Segundo os grevistas, o principal ponto de divergência é a reposição dos dias parados durante a greve. A reitoria quer um calendário para compensar praticamente todas as horas não trabalhadas. Já o Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp) defende apenas eliminar o serviço acumulado, sem necessidade de estender o expediente para atividades em que não há demanda.”

Anúncios
Etiquetado , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: