Arquivo da categoria: Entrevista

“Reitor defende uso de recursos privados”

Publicado em: O Estado de SP (25/09/14)
Entrevista, por Lourival Sant’Anna

“O reitor da Universidade de São Paulo (USP), Marco Antonio Zago, defende a realização de convênios com a iniciativa privada, como fontes alternativas de recursos. Ele reconhece que a proposta enfrenta resistência de setores da universidade, que consideram que sua “isenção” ficaria comprometida. “Eu não concordo com isso.” Em entrevista ao Estado, Zago fez um balanço das perdas e ganhos da greve de 116 dias, no qual comparou a atitude de militantes que arrancavam à força alunos e professores das salas com a opressão exercida pela ditadura.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,reitor-defende-uso-de-recursos-privados,1565620

Edição impressa

Anúncios
Etiquetado

“Ex-reitor da USP diz que deixou R$ 2,5 bi em caixa e desafia gestão atual”

Publicado em: O Globo (10/09/14)
Por Nilson Hernandes

“Em entrevista por e-mail ao jornal O GLOBO, Rodas desafiou o atual reitor a comparecer a um programa de rádio ou de televisão para debater o atual momento vivido pela mais importante universidade pública brasileira. Ainda segundo ele, a situação econômica é diferente: “Falência não há, pois deixei nos bancos cerca de R$ 1,5 bilhão para pagamentos futuros, e cerca de R$ 1 bilhão descompromissados”.”

Leia em: “http://oglobo.globo.com/brasil/ex-reitor-da-usp-diz-que-deixou-25-bi-em-caixa-desafia-gestao-atual-13888943

Etiquetado , ,

“Com piquete, reitor da USP tem escritório móvel: ‘levo meu computadorzinho'”

Publicado em: UOL (08/09/14)
por Karina Yamamoto

“É com a voz tranquila e um sorriso no rosto que o reitor da USP (Universidade de São Paulo), Marco Antonio Zago, diz que a greve está ajudando-o a “conhecer [ainda] melhor a USP”. Desde o começo de agosto, a entrada do prédio da reitoria, onde fica seu gabinete, está bloqueada por um acampamento de grevistas. Zago assumiu a reitoria em janeiro deste ano.”

Leia em: http://educacao.uol.com.br/noticias/2014/09/08/com-piquete-reitor-da-usp-tem-escritorio-movel-levo-meu-computadorzinho.htm

Etiquetado , , ,

“Para reitor da USP, universidade é liberal do portão para fora”

Publicado em: Uol (08/09/14)
por Karina Yamamoto

“”Estou ótimo”, é a primeira frase do reitor Marco Antonio Zago, da USP (Universidade de São Paulo). Motivos para desânimo não lhe faltariam: a instituição enfrenta a mais longa greve de sua história e seu pior momento financeiro. No entanto, Zago estava sorridente e falou como se estivesse dando uma aula, em que não quer deixar dúvidas.”

Leia em: http://educacao.uol.com.br/noticias/2014/09/08/crise-da-usp-zago-para-reitor-da-usp-universidade-e-liberal-do-portao-para-fora.htm

Etiquetado , , ,

“‘Tivemos anos de descalabro na USP’: Vladimir Safatle fala ao DCM”

Publicado em: DCM (14/08/14)
por Pedro Zambarda de Araujo

“Se for verdade que a folha de pagamento compromete o orçamento da USP, não vai adiantar dar um aumento no ano que vem, mantendo o congelamento de hoje. Há uma grande possibilidade de 2015 se tornar um ano de recessão econômica, diminuindo o valor do ICMS que ajuda a sustentar a Universidade de São Paulo. A crise só tende a piorar e temos um risco real de diminuir o corpo docente com demissões. Ou você flexibiliza o regime de trabalho, expulsando as pessoas da pesquisa, ou você cobra uma anuidade de alunos. Qualquer uma dessas previsões é catastrófica para a universidade pública, que ainda é gratuita.”

Leia em: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/tivemos-anos-de-descalabro-na-usp-vladimir-safatle-fala-ao-dcm/

Etiquetado , , ,

“‘Os grandes penalizados pela greve são os alunos'”

Publicado em: O Estado de SP (11/08/14)
Entrevista com Marilza Vieira Cunha Rudge (Vice-reitora da Unesp).
por Victor Vieira

“Sem perspectiva de mais verbas a curto prazo, o impasse salarial nas universidades estaduais de São Paulo ficou mais acirrado com a volta às aulas. Para a presidente do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo (Cruesp), Marilza Vieira Cunha Rudge, a chance de reajuste para professores e funcionários, em greve há mais de dois meses, continua baixa. “A economia não está crescendo na velocidade das nossas demandas”.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,os-grandes-penalizados-pela-greve-sao-os-alunos-imp-,1541865

Etiquetado , , ,

“‘Negociar não significa atender às demandas’”

Publicado em: O Estado de SP (08/08/14)
Entrevista com Marco Antonio Zago, por Victor Vieira

“A crise financeira e a greve de professores e funcionários aumentaram o desgaste do atual reitor da USP, Marco Antonio Zago, no primeiro semestre de gestão. Na queda de braço com as categorias pelo reajuste, Zago rebate as acusações de intransigência e justifica o congelamento de salários com a falta de recursos. Leia a seguir a entrevista concedida nesta quinta-feira, 7, por e-mail.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,negociar-nao-significa-atender-as-demandas,1540537

Etiquetado , ,

Simon Schwartzman: “Só excelência acadêmica não basta”

Publicado em: Revista Época (17/06/14)
Entrevista, com Simon Schwartzman

“Na sexta-feira passada (27/06/14), mais uma vez os dirigentes da USP usaram de seu acesso aos emails institucionais para se dirigirem unilateralmente à comunidade USP: talvez querendo “lavar as mãos” da responsabilidade, dessa vez o email veio da Pró-Reitoria de Pesquisa, que enviou aos professores, sem comentário algum, a entrevista concedida por Simon Schwartzman à Revista Época, defendendo que a USP assuma seu papel de líder nacional, abandone a extensão e o “ensino profissionalizante” (tal qual, segundo o “cientista”, ocorre na EACH) e tenha flexibilidade para demitir ou “reestruturar” departamentos inteiros – conforme lição da Universidade de Berkeley.” (Comissão de Greve – USP)

Leia em: http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2014/06/bsimon-schwartzmanb-so-excelencia-academica-nao-basta.html

Etiquetado , , ,

“É preciso arriscar muito mais”

Publicado em: Revista Veja (25/06/14)
Entrevista, com Marco Antonio Zago

“O reitor da Universidade de São Paulo diz que o sistema atual favorece a acomodação dos pesquisadores estáveis na carreira, que nada criam e se bastam repetindo experimentos.”

Leia em: Edição impressa
ou
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/entrevista-com-marco-antonio-rago-reitor-da-usp-o-foco-na-qualidade-e-na-meritocracia-nao-predomina-na-administracao-do-ensino-superior-no-pais/

Etiquetado ,

“Chomsky: Sobre a precarização do trabalho e da educação na universidade”

Publicado em: Carta Maior (02/03/14)
por Noam Chomsky

“Mas o uso de mão-de-obra barata e fragilizada no trabalho é uma prática tão antiga quanto a iniciativa privada e os sindicatos surgiram em resposta a ela. Nas universidades, trabalho vulnerável e barato significa professores auxiliares e estudantes de pós-graduação. Alunos de graduação são ainda mais vulneráveis, por razões óbvias. A ideia é transferir as atividades universitárias aos trabalhadores precários, o que melhora a disciplina e o controle, e também permite a transferência de recursos para outras finalidades que não a educação. Os custos, naturalmente, são arcados pelos estudantes e pelas pessoas que são atraídas para estas ocupações vulneráveis. É uma característica normal dessa sociedade de gestão de negócios transferir os custos para o povo.”

Leia em: http://www.cartamaior.com.br/?%2FEditoria%2FEducacao%2FChomsky-Sobre-a-precarizacao-do-trabalho-e-da-educacao-na-universidade%2F13%2F30389

Etiquetado , ,

“‘São R$ 460 milhões em obras suspensas'”

Publicado em: O Estado de SP, Digital (01/06/2014)
por Laura Greenhalgh

“Sangria financeira longe de estancar, clima de alerta no balcão do governo, cofres fechados e uma greve que busca fôlego para durar até a Copa. Não têm sido fáceis os dias do reitor da USP, o médico e cientista Marco Antonio Zago, que na semana passada recebeu o Estado no prédio da Fuvest, desviando dos piquetes pela Cidade Universitária. “Hoje não preciso de inimigos”, brinca o dirigente que levou o Cruesp, conselho que reúne reitores das três universidades públicas paulistas – USP, Unicamp e Unesp – a tomar a decisão conjunta de congelar salários, suspender contratações e interromper obras”.

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,sao-r-460-milhoes-em-obras-suspensas,1503397

Etiquetado , ,

“‘Ser reitor é coisa que pode subir à cabeça'”

Publicado em: O Estado de SP, Digital (25/05/14)
por Laura Greenhalgh

“Nomeado para a comissão dos festejos dos 80 anos da USP, o físico e ex-reitor José Goldemberg se debruça sobre vasta documentação para rever a história da universidade. Sente falta da “visão de estadista” que presidiu a fundação da instituição, em 1934. E lamenta não ter incluído certos parâmetros no decreto do ex-governador Orestes Quércia, dos anos 80, que criou o financiamento das universidades públicas paulistas via recursos do ICMS.”

Link: http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,ser-reitor-e-coisa-que-pode-subir-a-cabeca-imp-,1171213

Etiquetado , ,
Anúncios