Arquivo da tag: USP

“USP terá que cortar 1.972 salários para cumprir decisão do Supremo”

Publicado em: Folha de SP (16/11/14)
Por Mario Cesar, Fábio Takahashi e Severino Motta

“Uma decisão de outubro do STF (Supremo Tribunal Federal) obrigará a USP a reduzir o salário de 1.972 professores e funcionários que ganham mais que os R$ 20,7 mil mensais do governador de SP.”

Leia em: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2014/11/1548867-usp-tera-que-cortar-1972-salarios-para-cumprir-decisao-do-supremo.shtml

Etiquetado , , ,

“USP perderá docentes se aplicar teto, afirma reitor”

Publicado em: Folha de SP (17/11/14)
Por Mario Cesar Carvalho, Fábio Takahashi e Thais Bilenky

“Segundo ele, as universidades federais, nas quais o teto passa de R$ 29 mil, poderão passar a receber parte dos docentes da USP. “Quando perceber que haverá limitação do teto, os jovens ficarão desestimulados a se dedicarem integralmente à USP.” “Na cidade de São Carlos, de um lado da rodovia, o teto é R$ 29 mil (UFSCar); do outro, R$ 20 mil. Faz diferença.””

Leia em: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2014/11/1549169-neo-usp-perdera-docentes-se-aplicar-teto-afirma-reitor.shtml

Etiquetado , ,

“Em crise, USP tem dificuldade em se relacionar com a imprensa, dizem jornalistas”

Publicado em: Blog Novo em Folha (Portal Folha de SP) (11/11/2014)
Por Paula

“Em meio a uma de suas mais graves crises financeiras e a problemas ligados à segurança dos campi, a USP (Universidade de São Paulo) enfrenta dificuldades para atender demandas e construir um elo sólido com a imprensa, na avaliação de profissionais dos principais veículos jornalísticos do Brasil.”

Leia em: http://novoemfolha.blogfolha.uol.com.br/2014/11/11/em-crise-usp-tem-dificuldade-em-se-relacionar-com-a-imprensa-dizem-jornalistas/

Etiquetado , ,

“USP vai adotar teto salarial previsto na Constituição”

Publicado em: O Estado de SP (03/10/14)
por Redação

“No momento em que a Universidade de São Paulo (USP) pede, em conjunto com Unicamp e Unesp, ampliação do teto salarial, a instituição anunciou a seus dirigentes que vai passar a respeitar o limite de salário definido pela Constituição.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,usp-vai-adotar-teto-salarial-previsto-na-constituicao,1570320

Etiquetado ,

“Sindicato de docentes da USP pede anulação de transferência de Hospital de Bauru”

Publicado em: Blog de Paulo Saldaña – Portal Estadão (02/10/14)
por Paulo Saldaña

“A Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo (Adusp) encaminhou ofício à reitoria solicitando a anulação da decisão que desvinculou o Hospital de Reabilitação de Anomalias Cranofaciais (HRAC) de Bauru da instituição. O sindicato defende que a decisão foi irregular, uma vez que a votação não teria atendido o quórum estabelecido no Estatuto da universidade.”

Leia em: http://blogs.estadao.com.br/paulo-saldana/sindicato-de-docentes-da-usp-pede-anulacao-de-transferencia-de-hospital-de-bauru/

Etiquetado , , ,

“Sindicato quer anular decisão que desvinculou hospital da USP”

Publicado em: O Estado de SP (03/10/14)
por Paulo Saldaña e Victor Vieira

“A Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo (Adusp) encaminhou ofício à reitoria solicitando a anulação da decisão que desvinculou da USP o Hospital de Reabilitação de Anomalias Cranofaciais (HRAC) de Bauru. O sindicato defende que a votação no Conselho Universitário (C.O.) sobre o assunto não atendeu o quórum estabelecido no Estatuto da USP.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,sindicato-quer-anular-decisao-que-desvinculou-hospital-da-usp,1569933

Etiquetado , , ,

“Crise põe autonomia da USP em xeque”

Publicado em: O Estado de SP (03/10/14)
por Victor Vieira

“A atual crise da Universidade de São Paulo (USP) pode colocar em xeque a autonomia administrativa e financeira da instituição, conquistada há 25 anos. Esse é o alerta de especialistas, que consideram mais importante renovar as estratégias de gestão do que pedir verbas extras ao governo do Estado. Outro desafio nos próximos anos será atender às demandas sociais sem ceder a pressões políticas.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,crise-poe-autonomia-da-usp-em-xeque,1569930

Etiquetado , ,

“Após anos de debates, USP decide adotar teto salarial previsto em lei”

Publicado em: Folha de SP (03/10/14)
por Pedro Ivo Tomé

“Segundo a lei, o limite a ser considerado são os vencimentos do governador (hoje, em R$ 20.662), mas, na prática, parte dos servidores e docentes recebe acima desse valor, somando gratificações, horas extras e benefícios.”

Leia em: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2014/10/1526401-apos-anos-de-debates-usp-decide-adotar-teto-salarial-previsto-em-lei.shtml

Etiquetado ,

“Editorial: Repartição universitária”

Publicado em: Folha de SP (02/10/14)
Editorial

“A crise financeira por que passa a principal instituição brasileira de ensino superior é a fração visível de uma geleira cuja parte submersa –irresponsabilidade administrativa e corporativismo sindical– ocupou quase todo o espaço do pensamento crítico e inovador. Mas ainda há vida nesse oceano de mediocridade e omissão.”

Leia em: http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/10/1525704-editorial-reparticao-universitaria.shtml

Etiquetado ,

“Justiça manda a USP divulgar salários de professores e funcionários”

Publicado em: Folha de SP (30/09/14)
por Redação

“A ação judicial para tornar público todos os salários foi movida pela Folha, sob o argumento de que a decisão da USP de ocultar os ganhos de seus profissionais viola os princípios de transparência e publicidade previstos na Constituição.”

Leia em: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2014/09/1524615-justica-manda-a-usp-divulgar-salarios-de-professores-e-funcionarios.shtml

Etiquetado ,

“Maurício Tuffani: USP transmite ao vivo debate sobre sua crise”

Publicado em: Folha de SP – Blog de Maurício Tuffani (29/09/14)
por Maurício Tuffani

“O IEA (Instituto de Estudos Avançados) da Universidade de São Paulo realizará na quinta-feira, dia 2 de outubro, às 14 horas, o debate “Reflexões sobre a Crise da USP”, com transmissão ao vivo pela internet. O evento é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa de Qualidade da Democracia do instituto e do NUPPs (Núcleo de Pesquisa em Políticas Públicas), ambos coordenados por José Álvaro Moisés, professor de ciência política da USP, que será o moderador da discussão.”

Leia em: http://mauriciotuffani.blogfolha.uol.com.br/2014/09/29/usp-transmite-ao-vivo-debate-sobre-sua-crise/

Etiquetado , ,

“Marco Antonio Zago: A universidade pública e a sociedade”

Publicado em: Folha de SP (28/09/14)
Tendências e Debates, por Marco Antonio Zago

“Devem as universidades ampliar significativamente o número de vagas, com risco de perda de qualidade ou de se converterem em gigantes ineficientes? Ou deveriam as três universidades paulistas reforçar sua vocação para o ensino de pós-graduação e pesquisa, confiando que outra solução será encontrada para atender à necessidade de formação de maior número de profissionais para sustentar o desenvolvimento do país? Qual seria essa outra solução: aumento das vagas de instituições federais no Estado ou a criação de outra universidade estadual focada na tarefa de formação profissional”

Leia em: http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/09/1523450-marco-antonio-zago-a-universidade-publica-e-a-sociedade.shtml

Etiquetado ,

“Trancada pelo trancaço”

Publicado em: O Estado de SP (27/09/14)
por Virgílio Afonso da Silva e Fernando Limongi

“É preciso repensar a vocação da USP. Se todo o debate sobre nosso futuro se limitar a quantas aulas teremos, quantos professores por aluno ou quando vamos repor aulas então podemos esquecer qualquer pretensão de um dia nos tornarmos uma universidade de excelência internacional. Se o foco for a pesquisa e a produção de conhecimento, temos alguma chance. Para isso, contudo, é preciso avaliar se e o que estamos produzindo. Para que tudo isso aconteça, é preciso que deixemos a passividade de lado, porque ela fez com que a repetição de chavões desgastados dominasse a USP.”

Leia em: http://alias.estadao.com.br/noticias/geral,trancada-pelo-trancaco,1566906

Etiquetado , ,

“A volta”

Publicado em: Blog Dia de greve, dia de trabalho (24/09/14)
por Marina Macambyra

DSCN6386

“Daqui pra frente, sempre que alguém falar de qualquer coisa que lembre vagamente greve, tipo faixa, boletim, tinta, caminhão, microfone ou mesmo areia, vai olhar pra você. E no meio de qualquer discussão de trabalho, sempre que entrar na conversa um problema clássico da USP, seja a burocracia ou o abandono de animais no campus, vai ter sempre alguém dizendo que o problema da USP são as greves e te olhando com um rabo de olho acusador.”

Leia em: http://diadegreve.blogspot.com.br/2014/09/a-volta.html

Etiquetado , ,

“Superintendente do Hospital Universitário renuncia”

Publicado em: O Estado de SP (25/09/14)
por Redação

“A superintendente do Hospital Universitário (HU), Sandra Josefina Ferraz Ellero Grisi, renunciou nesta quarta-feira, 24, ao cargo. Em comunicado interno, Sandra afirmou que “foi motivada por questões pessoais”, sem entrar em detalhes. Em seu lugar, ficará como interino o diretor da Faculdade de Odontologia, Waldyr Jorge.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,superintendente-do-hospital-universitario-renuncia,1565619

Etiquetado , , ,

“Desvincular Hospital Universitário não acaba com gastos com pessoal”

Publicado em: O Estado de SP (25/09/14)
por Luiz Fernando Toledo

“Mesmo que o Conselho Universitário aprove a transferência do Hospital Universitário (HU) à Secretaria Estadual da Saúde, a maior parte dos gastos seria descontada dos cofres da USP. O pagamento de salários dos servidores ativos e inativos da unidade, que correspondeu a R$ 270,9 milhões em 2013 (85% do custo total), continuaria sob responsabilidade da USP e apenas novas contratações deixariam de ser custeadas.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,desvincular-hospital-universitario-nao-acaba-com-gastos-com-pessoal,1565618

Edição impressa

Etiquetado , ,

“Deputado quer que MP investigue a compra dos imóveis pela USP”

Publicado em: O Estado de SP (25/09/14)
por Redação

“Representação do deputado estadual Carlos Giannazi (Psol), que deve ser entregue nesta quinta-feira, 25, ao Ministério Público Estadual, vai pedir que seja feita uma análise sobre se houve perda financeira para a Universidade de São Paulo (USP) pela aquisição dos imóveis. “Os imóveis, hoje, estão abandonados, sem utilidade, sem destinação e sem gerar dividendos à Universidade de São Paulo. Ao contrário, apenas geram despesas com sua manutenção”, afirma o texto.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,deputado-quer-que-mp-investigue-a-compra-dos-imoveis-pela-usp,1565609

Etiquetado , ,

“Em meio à crise, USP vai vender imóveis para arrecadar R$ 50 mi”

Publicado em: O Estado de SP (25/09/14)
por Luiz Fernando Toledo e Victor Vieira

“Após quase quatro meses de greve de professores e funcionários, a Universidade de São Paulo (USP) segue em crise. Em mais uma tentativa de aliviar as contas, o reitor Marco Antonio Zago colocará imóveis à venda. A negociação envolve um terreno e salas comerciais, adquiridos na gestão anterior e considerados desnecessários pela atual administração. A estimativa é arrecadar cerca de R$ 50 milhões. O ex-reitor João Grandino Rodas acusa a medida de Zago de ‘desmonte’.”

Leia em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,em-meio-a-crise-usp-vai-vender-imoveis-para-arrecadar-r-50-mi,1565612

Edição impressa

Etiquetado , ,

“USP protesta contra saída do hospital Centrinho”

Publicado em: JCNet (24/09/14)
por Paola Patriarca

“A concentração aconteceu por volta das 11h em frente ao quiosque do hospital. Em seguida, os manifestantes caminharam ao redor do hospital e câmpus da USP, e percorreram a avenida Nações Unidas, sentido bairro-Centro, até a primeira rotatória perto do Parque Vitória Régia. Policiais militares acompanharam o ato público, que seguiu pacificamente.”

Leia em: http://www.jcnet.com.br/Geral/2014/09/usp-protesta-contra-saida-do-hospital-centrinho.html

Etiquetado , ,

“O fim da “greve” de estudantes da USP”

Publicado em: carta Capital (23/09/14)
por Ricardo Palacios

“Uma das múltiplas surpresas que tive na Universidade de São Paulo (USP) foi a existência de “greve” de estudantes. Parece um contrassenso que uma categoria de pessoas que não realizam uma atividade produtiva em termos econômicos possa fazer greve. Quando fiz minha primeira faculdade na maior universidade pública da Colômbia, reservávamos a palavra greve para os trabalhadores e usávamos paralisação de atividades para os alunos.”

Leia em: http://www.cartacapital.com.br/educacao/o-fim-da-201cgreve201d-de-estudantes-da-usp-3376.html

Etiquetado